Banco Central apresenta nota de R$ 200,00

Atualizado: 22 de set. de 2020

O lançamento ocorreu hoje, 02/09, e as novas notas já estão circulando


Enfim, após especulações e polêmicas, foi lançada a nota de R$ 200,00, na qual figura impressa a imagem do lobo-guará.




As cores predominantes são sépia e cinza, e o tamanho da nova cédula é equivalente ao da cédula de R$ 20,00 (142mm x 65mm). Entre os elementos de segurança há a marca d’água com a imagem do lobo-guará e também com o valor da nota (200), que pode ser visto quando posicionada contra a luz. Também há um quebra-cabeça que pode ser visto através da nota, assim como nas demais cédulas, além de uma textura em alto relevo e o chamado fio de segurança.

O lobo-gurá foi escolhido pelo Banco Central em pesquisa realizada em 2001. Nessa época, a tartaruga-marinha ficou em primeiro e estampou a nota de R$ 2,00. Em segundo lugar surgiu o mico-leão dourado, que representa a cédula de R$ 20,00. Já o lobo-guará ficou em terceiro, mas na época não foi selecionado para nenhuma nota brasileira.

O Banco Central encomendou à Casa da Moeda, a emissão de 450 milhões de unidades da nova cédula de R$ 200,00, que é a sétima cédula da família do Real; as demais são 2, 5, 10, 20, 50 e 100 Reais. O último lançamento ocorreu há 18 anos, em 2002, quando fora lançada a cédula de R$ 20,00, lembrando que em 2005 deixou de circular a cédula de R$ 1,00.

O objetivo comum nas emissões de cédulas com maior valor é o de diminuir a circulação de parte das cédulas já impressas, economizando com a impressão de papel-moeda. No caso da cédula de R$ 200,00 ocorre também a necessidade de se fazer frente ao aumento na demanda por dinheiro em espécie, provocada pela concessão do auxílio emergencial promovido pelo governo federal para enfrentar a crise econômica estabelecida pela pandemia do coronavírus, estimada em R$ 160 Bilhões. De acordo com a diretora de Administração do Banco Central, Carolina de Assis Barros, em março e abril desse ano, a procura por dinheiro em espécie, cresceu consideravelmente.

A nova cédula de R$ 200,00 não será somente a de maior valor, mas também a mais cara a ser produzida. De acordo com Documentos disponibilizados por meio da Lei de Acesso à Informação, após solicitação do Portal Bitcoin, mostram que o custo de produção da cédula com o lobo-guará será de R$ 0,325 por nota.


O Presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, disse: “Um dos desafios foi o aumento expressivo à demanda das famílias por dinheiro desde o início da pandemia. Outras nações viveram fenômenos semelhantes. Em momentos de incerteza é natural a busca de uma garantia, de uma reserva em dinheiro. Os programas de transferência de renda – com extensão do auxílio emergencial também contribuem por essa demanda por dinheiro em espécie”.



Segundo a Diretora de Administradora do Banco Central, Carolina de Assis Barros, as projeções do BC indicavam que o numerário disponível não atenderia à demanda da população durante o período de pandemia,

e que a impressão de cédulas de R$ 100,00 não seria possível no período requerido, pois a capacidade produtiva da Casa da Moeda já estava totalmente contratada. Afirmou ainda que a criação da cédula de R$ 200,00 não tem relação com a perda de valor da moeda ou com a inflação.

Ainda segundo Carolina, as novas cédulas já estão em circulação nas capitais dos estados onde o Banco Central possui representação, Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Ceará e Pará, além de Brasília.




 

Contabilidade em Mogi das Cruzes ? Conte com a PRO Contábil.

376 visualizações8 comentários

Posts recentes

Ver tudo