Comerciante de Cosméticos e Artigos de Perfumaria Independente

Mercado se mantém aquecido



O distanciamento social trouxe grande incerteza para o mercado mundial, mudanças foram necessárias e hábitos antigos foram deixados lado pela população. Apesar do susto inicial, a constante necessidade de novas precauções e cuidados fez com que o mundo da beleza não apenas se mantivesse em alta, mais ainda tivesse um crescimento significativo.

Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC), a perspectiva é que o mercado cresça 1,1% em 2020 (em relação a 2019). Pouco, se comparado com a projeção inicial feita antes da pandemia: aumento de 5,1%, mas relevante para o momento, o PIB brasileiro, por exemplo, deve encolher 5,7%, de acordo com o último boletim Focus, do Banco Central.

As consumidoras, conhecidas por sua paixão, agora são movidas por novos hábitos de consumo, tendência essa que parece ter vindo para ficar, mesmo após a pandemia, o que justifica o aumento na procura por artigos de autocuidado, tais como: artigos para tratamento da pele, maquiagem, cosméticos, perfumes, itens de higiene pessoal e acessórios em geral.

Outras peças fundamentais que potencializam as chances de sucesso do seu negócio incluem uma boa localização, a verificação cuidadosa do espaço, a quantidade de funcionários necessária para o atendimento às clientes, e a compreensão do que deve ou não ser oferecido neste segmento. Além disso, um conhecimento abrangente sobre as tendências do mercado de cosméticos será um grande diferencial para o empreendedor.


Localização e Estrutura

Estima-se que uma perfumaria necessite de no mínimo 65 m². Alguns pontos estratégicos são bairros e centros comerciais da cidade e lugares já frequentados para compras. Opte por espaços claros, arejados e de fácil circulação, e que estejam dentro das normas de segurança pré-estabelecidas pelo corpo de bombeiros.

Para o desenvolvimento de uma estrutura aconchegante e convidativa planeje colocar o mostruário logo na entrada da loja com araras e prateleiras, assim como, uma boa iluminação e cores assertivas que proporcionem ao cliente um espaço descontraído e moderno.

O ambiente pode ser disposto da seguinte forma: área de exposição de produtos, área de atendimento/vendas, área de estoque/depósito, área administrativa, caixa e banheiro.

O mercado de cosméticos se renova quase que a cada dia, não é sem razão que hoje o Brasil ocupa o 4º lugar no ranking mundial desse segmento.



O Comércio varejista de cosméticos, produtos de perfumaria e de higiene pessoal pode ser MEi ?

Sim, a atividade de Comércio de cosméticos produtos de perfumaria e de higiene pessoal pode ser enquadrada no MEi. O código da atividade econômica (CNAE) é 4772-5/00.

Esta atividade compreende:

- O comércio varejista de cosméticos, produtos de perfumaria, e de higiene pessoal.

Mas, não compreende:

- O comércio varejista especializado em fraldas descartáveis e absorventes higiênicos.

- O comércio varejista de produtos farmacêuticos com manipulação de fórmula.


Quer saber como iniciar ou expandir um empreendimento neste segmento de forma rápida e sem complicação? Conte com a PRO Contábil.

 

Contabilidade para Loja de Cosméticos ? Conte com a PRO Contábil.


988 visualizações3 comentários

Posts recentes

Ver tudo